l

l

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

PF prende quadrilha que fraudava para receber pensão


A Polícia Federal desarticulou, em uma ação integrada com o Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal, uma quadrilha especializada em realizar fraudes relacionadas à Pensão por Morte Previdenciária, na cidade de Maragogipe, na Bahia. Desde a última segunda–feira (24) entraram em vigor alterações que prometem agilizar o atendimento migratório da Polícia Federal. Em destaque está a inclusão da autorização de viagem para menores de idade no próprio passaporte, incluída no Sistema Nacional de Passaportes (SINPA), promovida pela PF. Atuando desde 2006, a quadrilha trabalhava inserindo pessoas fictícias no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), com a finalidade de receber o benefício. Para isso, eram utilizados os documentos de pessoas já falecidas. De acordo com a PF, as contas nacionais tiveram o prejuízo de pelo menos R$ 2,7 milhões pela ação da quadrilha. Segundo a PF, foram cumpridos cinco mandados de busca, quatro conduções coercitivas e um afastamento da função pública. A Operação Barbarossa indiciou os envolvidos pelos crimes de estelionato qualificado e associação criminosa, com penas que podem chegar a nove anos de reclusão. (Portal Terra)

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

PF desarticula quadrilha que fraudava benefícios da previdência em Maragogipe

A Polícia Federal, o Ministério da Previdência Social e o Ministério Público Federal através de uma Força-Tarefa Previdenciária desarticulou na manhã desta quarta-feira (26), na cidade de Maragogipe, a 130 km da capital baiana, uma quadrilha especializada em fraudar benefícios de pensão por morte previdenciária.



Foto: Ilustrativa

A quadrilha vinha atuando desde 2006, e era formada por uma servidora da Previdência Social de Maragogipe e seus parentes.
Eles inseriam  pessoas fictícias no CNIS - Cadastro Nacional de Informações Sociais, a grande maioria na categoria de trabalhadores rurais ou segurados especiais, com a finalidade de obter benefício. Para isso, utilizavam-se CPF e identidade de pessoas já falecidas, informando data retroativa do óbito com até 7 anos anteriores à data da entrada do requerimento (DER).
O  fato ocasionava geração de valores atrasados a receber. No ato da habilitação dos benefícios o próprio servidor e familiares eram cadastrados como Representantes Legais - Administradores Provisórios.
O prejuízo inicialmente identificado aproxima-se de R$2.700,000,00 (dois milhões e setecentos mil reais). A Polícia Federal cumpriu cinco mandados de busca, quatro de conduções coercitivas e um afastamento da função pública e bloqueio das contas bancárias.
Os envolvidos serão indiciados pelos crimes de estelionato qualificado e associação criminosa, previstos nos arts. 171, ª 3º, e 288, ambos do Código Penal, com penas que podem chegar a nove anos de reclusão. 
A operação contou com a participação de 25 Policiais Federais e sete servidores da Previdência social.

F: Aratu Online

Operação Barbarossa: PF desarticula esquema de fraudes em benefícios previdenciários em Maragogipe


Salvador/BA – A Polícia Federal deflagrou hoje, 26, a Operação Barbarossa, para desarticular uma quadrilha que fraudava benefícios previdenciários do tipo Pensão por Morte, em Maragogipe/BA. O prejuízo inicialmente identificado aproxima-se de R$ 2,7 milhões.

A Polícia Federal cumpriu cinco mandados de busca, quatro conduções coercitivas e um afastamento da função pública e bloqueio das contas bancárias. A operação foi conduzida por uma Força-Tarefa Previdenciária, integrada pela Polícia Federal, pelo Ministério da Previdência Social e pelo Ministério Público Federal. Participaram da ação 25 policiais federais e sete servidores da Previdência social.

Investigações apontaram que o grupo criminoso vinha atuando desde 2006 e era formado por uma servidora da Previdência Social de Maragogipe e seus parentes. O modus operandi da quadrilha consistia na inserção de pessoas fictícias no Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS; a grande maioria na categoria de trabalhadores rurais ou segurados especiais, com a finalidade de obter benefício.

Para dar materialidade aos golpes, a quadrilha utilizava números de CPF e de identidade de pessoas já falecidas, informando data retroativa do óbito com até sete anos anteriores à data da entrada do requerimento (DER). Tal fato ocasionava geração de valores atrasados a receber. No ato da habilitação dos benefícios, a servidora e seus familiares eram cadastrados como Representantes Legais - Administradores Provisórios.

Os envolvidos serão indiciados, na medida de suas participações, pelos crimes de estelionato qualificado e associação criminosa, com penas que podem chegar a nove anos de reclusão.

4ª Noite do Novenário de Nossa Senhora das Graças, Patrocínio exclusivo do GRUPO SUPERLAR.- Parre 02

Foto by Juraci Rebouças

A Quarta noite do Novenário de Nossa Senhora das Graças, foi marcada pela presença de um bom numero de fieis presentes à Novena; bem como dos proprietários do  GRUPO SUPERLAR que participaram ativamente da celebração, dentre eles, João da Passagem, Dona Antônia, Bibiu, Aline, Roliço e demais funcionários.
Pregador; Padre Luciano Curvelo.
Confiram as fotos:


 



















                      Reportagem e fotos de Juraci Rebouças
                      www.juracireboucas.com

4ª Noite do Novenário de Nossa Senhora das Graças, Patrocínio exclusivo do GRUPO SUPERLAR.- Parte 01


A Quarta noite do Novenário de Nossa Senhora das Graças, foi marcada pela presença de um bom numero de fieis presentes à Novena; bem como dos proprietários do  GRUPO SUPERLAR que participaram ativamente da celebração, dentre eles, João da Passagem, Dona Antônia, Bibiu, Aline, Roliço e demais funcionários.
Pregador; Padre Luciano Curvelo.
Confiram as fotos:






















                     
                       Reportagem e fotos de Juraci  Rebouças
                       www.juracireboucas.com

3 ª NOITE DO NOVENÁRIO DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS, CASA SOUZA É HOMENAGEADA


A terceira noite do novenário de Nossa Senhora das Graças, no bairro da boiada, foi marcada pela homenagem e patrocínio da Casa Souza, através do seus proprietários; contou também com a pregação do Padre Matheus de Lima Leal. As noites do novenário se encerram no dia 28 de Novembro.
Confiram as fotos:





















                         Reportagem e fotos de Juraci Rebouças
                        www.juracirebouc.com